sob medida


Deixe um comentário

aos 26 anos…

Já em São Paulo, costurando para a jovem guarda e trabalhando na noite. Eu fazia roupas para a maioria dos conjuntos musicais, entre eles: Os Incríveis, The Jordans, Os Fivers, etc. Nossa, eram muitos! Eu mal me lembro de todos… E, eu também vestia os empresário da noite!

26 anos

Anúncios


Deixe um comentário

Formação Técnica

post26.7.13

Eu entrei na escola industrial de Florianópolis em 1957,  aos 15 anos de idade, para fazer o curso técnico industrial em alfaiataria. Essa é uma das escolas que o governo deveria reimplantar no país pois esse é o tipo de escola que forma o estilista de verdade, na prática. Atualmente não existe mais esse curso nas escolas técnicas, nem nas escolas de moda onde me parece que tem muito mais teoria, enquanto eu fiz um curso, no meu tempo, com teoria e prática.

Essa escola foi a principal passagem de formação para minha vida profissional.


Deixe um comentário

No atelier

 

Quando eu estou em atividade eu fico assim: feliz, atendendo meu clientes com muitas piadas! Fico aguardando ligações e visitas para atendê-los bem, criar novidades, e fazer à moda não só de acordo com as tendências mas também conforme a vontade do cliente e, claro, e valorizando a personalidade, as qualidades e o tipo físico de cada um! Sempre com minhas obras sob medida e de acordo.

Este sou eu, no meu atelier aonde espero que você possa estar em breve, caso seja um homem interessado em ficar elegante e que valoriza o trabalho artesanal de camisas e peças feitas exclusivamente para você, com apreço e paciência.

estilista Adriano em seu atelier


Deixe um comentário

“Você faz camisas iguais as da foto?”

camisas com detalhes

Foi até engraçado ouvir essa pergunta. Recentemente descobri que terceiros publicaram imagens do meu blog por aí, juntamente com outras imagens aleatórias em sites de alfaiates que eu nem sabia que existiam. Isso não seria nenhum problema se me dessem os devidos créditos, e não era o caso. Eu até parei para refletir quando me perguntaram isso, no meio dessa situação. É verdade… a internet é uma loucura. Nem dá para confiar… Mas eis a minha resposta:

“É claro que sim! As fotos que estão no site são de camisas que foram feitas por mim, um modelo que eu mesmo criei.”

A sequência da história, como bem ilustra a imagem acima – que é atual, vocês já podem imaginar: o cliente veio, fez as camisas e ficamos todos felizes. Eu, confiante na minha credibilidade e ele satisfeito com o produto que foi feito sob medida, com capricho e com mais detalhes de acordo com a vontade dele: as cores, os botões, o monograma personalizado.

Curiosamente, as camisas que ele perguntou se eu fazia eram essas aqui, e essa foto está entre as imagens que foram utilizadas sem meu conhecimento prévio. Mas, tudo bem, fizemos algumas alterações para amenizar o ‘impacto’ sem muitos transtornos e então, aproveito esse post para explicar à vocês que todas, absolutamente todas, as imagens desse blog, foram tiradas aqui em casa, com camisas que eu mesmo fiz e eu mesmo criei, tudo feito sob medida, com exclusividade para os clientes. Mesmo os ternos, calças e tecidos, histórias e detalhes reais sobre a minha vida e o meu trabalho, é claro que é tudo verdade e que eu faço isso mesmo! Todo o conteúdo, textos, tudo deste blog é criado por mim também! Esse é o meu trabalho há mais de 50 anos e eu faço com muita seriedade.

Se duvidar… liga para mim que você vai descobrir!

Se precisar de uma camisa igual a essa ou qualquer outro modelo do site, ou parecida… ou produtos de alfaiataria em geral, entre em contato (11) 50514168 / 996450466 que marcamos um horário. Muito Obrigado.


Deixe um comentário

na noite de São Paulo

Adriano, alfaiate. Trabalhando em São Paulo há 44 anos, desde os tempos da jovem guarda! Começou a atuar em Moema a partir de 1973. Inaugurou importantes casas de São Paulo, criando os modelos para suas brigadas e gerentes, maitres e proprietários. Casas como o Fasano, Bar des Arts, Leopoldo, Terraço Itália, Lellis e a rede Pizza Brás, além de outras mais.